11.02.2016
• postado em #seratuante

Deixar para estudar apenas na semana de provas pode não trazer as notas tão esperadas. Para se ter um bom desempenho é fundamental criar uma rotina de estudos e utilizar técnicas que auxiliam na memorização e na concentração, facilitando assim a aprendizagem.

Pensando nisso, selecionamos dez dicas que te ajudarão a melhorar o estudo dos conteúdos estudados em sala.


1 - Ensine outras pessoas

Ensinar é a melhor forma de apender o conteúdo, pois dessa forma os pensamentos ficam mais claros, organizados e melhora a compreensão do que foi estudado. Outro benefício dessa tática é que verbalizar e raciocinar antes de falar ou ensinar ajuda na memorização. Uma sugestão é juntar alguns amigos e criar mini aulas, como monitorias, sobre os conteúdos que eles tenham mais dificuldade. Não se exite se não conseguir dar uma super aula, afinal serão ali seus amigos e, além deles saírem ganhando com uma ajuda extra, você também estará aprendendo.


2 - Descubra o seu melhor horário

Cada pessoa tem um ritmo de aprendizagem e uma produtividade maior em determinados horários. Algumas pessoas são mais produtivas pela manhã, a tarde e outras a noite. Se você ainda não sabe em qual horário você é mais produtivo, estude em todos os horários, faça anotações e perceba quando você está mais disposto para os estudos e que consegue memorizar e aprender mais.


3 - Pratique o que se aprende

Colocar em prática o que se aprendeu em sala de aula é uma ótima maneira de fixar conteúdos, reforçando a informação no cérebro. Responder questões e refazer provas antigas só potencializam o aprendizado. Além disso, a resolução de questões é uma ótima forma de avaliar seu conhecimento e saber se você está realmente aprendendo o que está estudando. Outra forma de praticar o que aprende é relacionando o que foi visto com aplicações práticas do dia a dia, pois contribui para que você compreenda melhor o porquê de estar estudando aquele determinado assunto.


4 - Trace um objetivo

Ter uma meta em mente é fundamental para evitar distrações na hora de estudar. Isso é fundamental para que se estude disciplinas que sejam úteis para o seu objetivo. Sua meta pode ser de longo, médio e curto prazo: o objetivo final dos seus estudos (passar no Enem ou para um concurso), compreender a disciplina A ou B e aprender esse conteúdo. Para isso, defina prazos para cumprir seus objetivos. Fazer um check-list das atividades pendentes e um cronograma de estudo também são boas opções para otimizar a rotina e cumprir os prazos que você definiu.

 

Resolver questões é uma ótima maneira de fixar o que se aprende.

Resolver questões é uma ótima maneira de fixar o que se aprende.

 

 

5 - Evite o stress

Estar com a cabeça cheia de problemas e preocupações cria barreiras que evitam o aprendizado. Ter uma rotina de exercícios (mesmo que seja só uma caminhada) e uma alimentação saudável ajudam o seu corpo a estar melhor preparado para enfrentar a maratona de estudos. Se você está cansado, uma soneca também ajuda a aliviar as tensões e a ter disposição na hora de começar a estudar. Antes de começar a estudar, também é recomendável um banho quente para a liberação de dopamina, que é excelente para aliviar o stress.


6 - Estude em grupo

Estudar sozinho pode gerar tédio para muitas pessoas, então a melhor maneira de superar isso é formando grupos de estudo. Se você não está compreendendo determinado assunto, a explicação de outra pessoa pode esclarecer todas as suas dúvidas. Mas atenção! Para manter um grupo de estudo é fundamental que todos os participantes tenham foco e compromisso. Evitar conversas paralelas e desviar a atenção do assunto estudado não contribui para a aprendizagem.


7 - Escreva para aprender

Fazer resumos, fichamentos, grifos, esquemas e anotações tanto das aulas como dos conteúdos que você estuda em casa são ótimas ferramentas para memorização. Transcrever o que você aprendeu com suas próprias palavras ajuda a personalizar o conteúdo e a simplificar o que foi estudado. Mesmo com todas as inovações tecnológicas a nossa disposição, essas anotações tem que ser feitas a mão, pois a escrita desenvolve a criatividade e a expressão pessoal, que ajudam no desenvolvimento cognitivo.


8 - Estude em um ambiente favorável

Nem todo lugar é favorável a sua aprendizagem. Escolha um ambiente organizado, tranquilo e silencioso. Um local bagunçado e com muitas coisas espalhadas podem tirar sua concentração. Outros vilões da concentração são os aparelhos eletrônicos, então desligue todos! Algumas pessoas gostam de estudar com música, mas não é aconselhável que seja em um idioma que você compreenda, pois faz com que você desvie sua atenção para a letra e esqueça da matéria.


9 - Faça pausas

Passar muitas horas sentado estudando faz com que seu corpo fique cansado rapidamente. Então pausas de 15 minutos são bem vindas para recarregar as energias. Durante esses intervalos, faça alongamentos para ajudar a circulação sanguínea, assim como uma pequena caminhada. Não estude com fome, faça também um lanche durante o intervalo para que você não perca a concentração.


10 - Seja persistente

Não desista de estudar por causa de um dia ruim. O aprendizado é construído todos os dias, por isso é fundamental que se estude pelo menos um pouco todos os dias. Aproveite também todos os minutos em sala de aula. Retire todas as suas dúvidas com seu professor, preste atenção a explicação e faça anotações. Não deixe para outro dia as dúvidas que você tiver, pois elas podem simplesmente ser esquecidas.

 

0 comentários